Numa tarde cansada de outono, quando o sol se escondeu no horizonte. Ao ruído infantil de uma fonte, eu me pus a pensar em você. Em você que se sente perdido quando põe seu olhar nas estrelas, e de tanto contá-las e vê-las, já não sabe se crê ou não crê. Eu conheço as milhões de perguntas que você que falou que não crê, e que diz que só crê no que vê, todo dia pergunta pra Deus. Eu conheço as milhões de respostas, que ninguém tem coragem de dar, quando a vida nos vem questionar; Como vê somos todos ateus. Numa tarde tristonha de inverno retornei ao murmúrio da fonte. Não havia mais sol no horizonte, e eu me pus a pensar nos cristãos. Nos cristãos que se sentem tranquilos, quando põe seu olhar nas estrelas. E de tanto contá-las e vê-las, nunca mais põe os olhos no chão. Eu conheço as milhões de respostas, que esta gente que fala que crê, mas não ouve, não pensa e não lê, não responde por medo de Deus. Eu conheço as milhões de perguntas que os cristãos nunca ousam fazer. Pois terão de se comprometer; Como vê somos todos ateus.

O homem é um Universo em Evolução

O homem é um Universo em Evolução

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Ressurreição não é Reencarnação

Ressurreição em latim (resurrectione), grego (a·ná·sta·sis). Significa literalmente "levantar; erguer". Esta palavra é usada com frequência nas Escrituras bíblicas, referindo à ressurreição dos mortos. No seio do povo hebreu, a palavra correlata designava diversos fenômenos que eram confundidos na mentalidade da época. O seu significado literal é voltar à vida; assim, o ato de uma pessoa considerada morta viver novamente era chamado ressurreição.


Reencarnação é uma ideia central de diversos sistemas filosóficos e religiosos, segundo a qual uma porção do Ser é capaz de subsistir à morte do corpo. Chamada consciência, espírito ou alma, essa porção seria capaz de ligar-se sucessivamente a diversos corpos para a consecução de um fim específico, como o auto-aperfeiçoamento ou a anulação do carma.




A palavra Ressurreição vem do verbo Ressurgir (voltar a surgir ou tornar a acontecer). 
A palavra Reencarnação vem do verbo Reencarnar (Voltar a encarnar ou voltar a carne).




Os Espíritas acreditam e ensinam que Reencarnação e Ressurreição é a mesma coisa.  A primeira vista pode confundir que surgir na carne e entrar na carne seja a mesma coisa. Porém, não é assim que acontece. O Espírito quando sai do corpo e depois retorna ao mesmo corpo, ele apenas esteve ausente   e depois que ele volta ao mesmo corpo, se diz que ele ressurgiu ou retornou ao corpo e não que retornou a carne. Ou então se diz que o Espírito desapareceu daquele lugar e depois tornou a aparecer novamente no mesmo lugar, mas, em hipótese nenhuma a Palavra Surgir se relaciona ao Substantivo Carne.  
Quanto a Reencarnação, a própria palavra já dá o sentido do que significa. "Reencarnar", observe que a palavra "Carnar" se refere a carne. Portanto, Encarnar é entrar na carne e Reencarnar é voltar a entrar na carne(Um novo nascimento). Quando o Espírito entra na carne, sabemos que ele encarnou (Nascimento), porém quando a carne já entrou em estado de decomposição pela falta de vida ou do Espírito, ela passa a não mais existir. Entretanto, o Espírito permanece vivo no mundo espiritual esperando que novamente se encarne, não mais na mesma carne que já não existe e sim em uma outra carne (Um novo nascimento aqui na terra). Resumindo: "Ressurreição" -  Quando um Espírito deixa o seu corpo, e tempos depois retorna ao mesmo corpo, dizemos que ele Ressurgiu.
"Reencarnação" - Quando o Espírito deixa definitivamente o seu corpo, este corpo padece e deixa de existir.  Porém, o Espírito futuramente volta a encarnar em um novo corpo.


Nas Sagradas escrituras encontramos relatos de "Ressurreição" e de "Reencarnação". Apesar de haver Equívocos entre os Cristãos que negam a Reencarnação, pois eles não encontram esta palavra na Bíblia, e por isso, negam a Reencarnação. É verdade, mas na Bíblia tambem não existe a palavra "Trindade", porém eles aceitam e aprovam a Doutrina da Trindade. 

REENCARNAÇÃO: , sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, na terceira e na quarta geração daqueles que me aborrecem, 
(Êxodo 20:5)  Obs: Porquê Deus omitiu a 2ª geração, falando apenas na 3ª e na 4ª geração?
A 1ª geração são os Pais, a 2ª geração são os Filhos, a 3ª geração são os Netos e a 4ª geração são os Bisnetos.
Pelo raciocínio, o Pai não pode reencarnar no Filho biológico, mas o Pai pode voltar reencarnado como seu próprio Neto ou Bisneto. Esta é a razão porque Deus não falou na 2ª geração.




Abaixo, exponho algumas passagens bíblicas as quais mostram que Deus não culpa o Filho pelo pecado de seu Pai. E que cada um deve prestar conta de seu próprio pecado. Assim, o homem pecador quando morre,  paga por seu próprio pecado quando retorna a vida como seu Neto ou Bisneto.


...sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, na terceira e na quarta geração daqueles que me aborrecem, 
(Êxodo 20:5)


A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho, A justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. (Ezequiel 18:20)


Deut. 24 - v16 Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada um morrerá pelo seu pecado.


2 Reis:14, 6 Porém os filhos dos assassinos não matou, como está escrito no livro da lei de Moisés, no qual o SENHOR deu ordem, dizendo: Não matarão os pais por causa dos filhos, e os filhos não matarão por causa dos pais; mas cada um será morto pelo seu pecado


Não aceitar a Reencarnação aqui, seria como aceitar que Deus se contradiz em suas afirmações.




‘Antes mesmo de te formar no ventre de tua mãe, eu te conheci; antes que saísses do seio, eu te consagrei; Eu te constitui profeta para as nações’. (Jer. 1,5). Ora se não houvesse uma pré-existência, como poderia Deus afirmar que já conhecia o Profeta antes dele existir?
Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; 
(João 11:25). Se Ressurreição e Reencarnação fosse a mesma coisa, não teria fundamento Jesus Cristo dizer: - Eu sou a Reencarnação e a vida.
Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.
E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir. (Mateus 11:13-14)
Muitos Cristãos para não aceitarem a Reencarnação do Profeta Elias que veio como João Batista, tentam passar a idéia de que Jesus quis apenas dizer que João Batista tinha as mesmas virtudes e caráter do Profeta Elias. Quem estudou ou leu a história do Profeta Elias, observa que nem as virtudes e nem o caráter são os mesmos em João Batista. Elias era corajoso porque o Poder de Deus se manifestava diretamente através dele. Mas, ele se mostrava zombeteiro e medroso em algumas passagens de sua história, ao contrário de João Batista que era totalmente sério e corajoso, mesmo sem ter o Poder de Deus se manifestando através dele.




Sobre Elias: -  Quando Jezabel ouve falar da morte de seus profetas, fica tão furiosa que ordena a morte de Elias. Elias fica tão apavorado que foge para o Monte Horebe. Ele fica desapontado, desanimado, e deseja morrer. Deus aparece a Elias em uma voz muito suave, conforta-o e o comissiona a ir e continuar seu trabalho.
Ele, porém, foi ao deserto, caminho de um dia, e foi sentar-se debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, e disse: Já basta, ó SENHOR; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais. 
(1 Reis 19:4).

 Na verdade não há nenhuma semelhança no caráter e personalidade e nem mesmo nas histórias sobre os dois Profetas. Por isso, foi uma afirmação de Jesus Cristo sobre a reencarnação de Elias como João Batista.


    Certa vez Jesus estava orando em particular, e com ele estavam os seus discípulos; então lhes perguntou: "Quem as multidões dizem que eu sou? "
Eles responderam: "Alguns dizem que és João Batista; outros, Elias; e, ainda outros, que és um dos profetas do passado que ressuscitou" 
(Lucas 9:18-19)


E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?
E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas. 
(Mateus 16:13-14). 


 Ao passar, Jesus viu um cego de nascença.
Seus discípulos lhe perguntaram: "Mestre, quem pecou: este homem ou seus pais, para que ele nascesse cego? "
Disse Jesus: "Nem ele nem seus pais pecaram, mas isto aconteceu para que a obra de Deus se manifestasse na vida dele 
(João 9:1-3).

Aqui o discípulo deixou bem claro a possibilidade do homem ter pecado antes de nascer. Esta passagem mostra a Reencarnação bem nítida, se não fosse assim, Jesus teria perguntado ao discípulo: - Como poderia ele ter pecado antes de nascer?




Sócrates, o Filósofo Grego que principiou a Doutrina da Reencarnação, nasceu a 400 anos antes de Cristo. E sabemos que no tempo de Jesus Cristo, Gregos, Judeus e Romanos conviviam juntos, por isso, a Doutrina da Reencarnação chegou ao conhecimento dos Judeus naquele tempo. Jesus e seus discípulos tinham conhecimento sobre a Doutrina da Reencarnação, mas em momento algum Jesus Cristo tentou combater a Doutrina iniciada por Sócrates, ao contrário como se vê nos evangelhos, ele dava a entender que falava sobre Reencarnação. Se a Doutrina da Reencarnação fosse falsa, certamente Jesus a teria combatido. A prova mais clara nos evangelhos de que os: Gregos, Judeus e Romanos conviviam juntos, foi a placa colocada na cruz em que Cristo foi crucificado. Na placa acima da cruz, foi escrito em Grego, Hebraico e em Latim (língua dos Romanos no tempo de Jesus) a frase: Jesus, Rei dos Judeus.          


.
     

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A Sabedoria dos Simples e a Ignorância dos Sábios


  “Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo e exclamou: - Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado.” (Lucas 10.21).

Ninguém sabe como foi a vida de Jesus antes dos 12 anos e mesmo durante os 30 anos em que vivia no anonimato. O novo Testamento mostra que Jesus lia (Estudava) as Escrituras e as ensinava  nos templos e que também conhecia as passagens bíblicas no exato sentido das palavras. Também, pouco se sabe da vida de Jesus Cristo, pois, o pouco que sabemos é somente o que narra os evangelhos. Se o Apóstolo João disse que se escrevesse tudo o que Jesus ensinou e fez, o mundo não caberia de tantos livros. Jesus foi crucificado com 33 anos, quem poderá saber o que realmente aconteceu na vida de Jesus durante os 30 anos que ele vivia no anonimato? É claro que ele era ótimo nas leituras, mas ele também ensinou que devemos pedir sabedoria e entendimento a Deus. Pois, os livros trazem conhecimentos e inteligência. Mas a sabedoria e o entendimento, somente Deus é quem pode dar. Na Bíblia há muitos relatos sobre o que escrevi, mas basta apenas uma frase da oração de Jesus Cristo a Deus para ser ponderada:   “Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo e exclamou: - Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado.” (Lucas 10.21). É bom lembrar aqui que os tais Sábios no tempo de Jesus eram os Escribas (Doutores da Lei). Por isso, as vezes uma pregação de um analfabeto vale muito mais do que a pregação de um Doutor em Teologia.
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.  (Mateus 11:28-30)

Sei que ninguém vai me tirar, a alegria de viver.
Pode tudo acontecer,
Nada me fará afastar da esperança.
Por tantas provas já passei,
Quantas lágrimas chorei,
Por um mundo que não sei compreender.
Com meus olhos de criança.
Mas hoje eu sei, que só através do amor,
O homem pode se encontrar,
Com a perfeição dos sábios.
Uma ambição maior, mais do que pode supor.
O império da razão.
Toda vã filosofia.
Por isso insisto em cultivar,
Os meus sonhos, minha fé.
Esteja onde eu estiver, creio em você.
Eu estou em segurança.
Mas hoje eu sei, que só através do amor,
O homem pode se encontrar,
Com a perfeição dos sábios.
Uma ambição maior, mais do que pode supor.
O império da razão.
Toda vã filosofia.

domingo, 25 de dezembro de 2011

Natal, Celebração ao Poder do Deus Dinheiro

 Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao Dinheiro. (Mateus 6, 24)



 
Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus.

Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.

Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;

Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente.
Mateus 6:1-4
Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus.

Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.

Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;

Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente.
Mateus 6:1-4

É bom primeiramente lembrar que ninguém sabe qual foi o dia e o mês do Nascimento de Jesus Cristo. A Igreja Católica escolheu o dia 25 de dezembro como data do nascimento de Jesus e todos aceitaram como verdade. E assim, a grande força econômica e envolvente criou o Grande Império do Comércio e a Celebração ao Poder do Deus Dinheiro neste dia tão esperado do ano.
Muitos Cristãos acreditam que na época de Natal estão comemorando o nascimento de Jesus Cristo, mas na prática,  celebram mesmo o Pode Econômico do Deus Dinheiro. No Natal, a preocupação é como se fartar com um banquete cheio de guloseimas, peru e uma mesa farta de Alimentos e bebidas. O poder da Gula, neste dia é muito grande e o poder das bebidas embriagam os homens até derruba-los ao chão ou faze-los perderem  a razão. Os caríssimos presentes são dados neste dia para alegrar mais os entes queridos, e todos ficam felizes pelo grande consumo que o Deus Dinheiro lhes oferece. A felicidade é geral entre os Ricos e empresários que ganham fortunas nesta época tão festejada. Quase todos saem ganhando muito nesta época, principalmente as igrejas com as tão amadas ofertas e fartos dízimos. Quanto aos pobres, nescessitados e oprimidos, só lhes restam esperar que os Verdadeiros Cristãos se lembrem deles e ter o prazer de ver a grande festa que acontece entre os fiéis servos do Dinheiro. Os Verdadeiros Cristãos se encontram em extinção, mas, para alegria dos nescessitados, aparecem alguns caridosos que lhes oferecem um pouco de sopa e algumas cópias de brinquedos para seus filhos. Quando aparece algum nescessitado pedindo comida ou ajuda aos atuais religiosos, quase sempre ouve o que parece verdade mas não é; Dizem os religiosos: - Não devemos dar o peixe para o nescessitado comer, temos é que ensinar ele a pescar seu próprio peixe, senão, ele fica no costume de só pedir. Mas, quem se oferece para ensinar o nescessitado a pescar seu próprio peixe? Ninguém tem tempo para isso, e quase todos dizem: - Isso é dever do Governo e  não nosso. E assim, o Natal é uma grande tristeza e tambem um dia de grande sofrimento para os miseráveis que apenas assistem o desfrutar dos que estão financeiramente seguros e que são fiéis servos do Poderoso Deus Dinheiro. O frio, a fome e a miséria esmagam os cansados e abandonados pela Sociedade Consumista nesta época. E a grande alegria da Festa de Natal. entre os Orgulhosos Consumistas e entre os Ricos Empresários, provoca uma grande revolta e um desesperado sofrimento entre os esquecidos e oprimidos, que ainda esperam um conforto no amor do Verdadeiro Deus. Assim, com a boca louvamos e adoramos ao verdadeiro Deus, mas, o nosso coração está grandemente empenhado em servir e idolatrar ao Poderoso Deus Dinheiro.



 Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;

Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.


Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
(Mateus 6:19-21)



 
       

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

A Salvação é Universal



E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.


E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. 

...Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado.... 
Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. 
Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. 
(João 8:32-36)



Muitas vezes, Pedro, você fala
Sempre a se queixar da solidão
Quem te fez com ferro, fez com fogo, Pedro
É pena que você não sabe não

Vai pro seu trabalho todo dia
Sem saber se é bom ou se é ruim
Quando quer chorar vai ao banheiro
Pedro as coisas não são bem assim

Toda vez que eu sinto o paraíso
Ou me queimo torto no inferno
Eu penso em você meu pobre amigo
Que só usa sempre o mesmo terno

Pedro, onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou

Tente me ensinar das tuas coisas
Que a vida é séria, e a guerra é dura
Mas se não puder, cale essa boca, Pedro
E deixa eu viver minha loucura

Lembro, Pedro, aqueles velhos dias
Quando os dois pensavam sobre o mundo
Hoje eu te chamo de careta, Pedro
E você me chama vagabundo

Pedro, onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou

Todos os caminhos são iguais
O que leva à glória ou à perdição
Há tantos caminhos tantas portas
Mas somente um tem coração

E eu não tenho nada a te dizer
Mas não me critique como eu sou
Cada um de nós é um universo, Pedro
Onde você vai eu também vou

Pedro, onde você vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou

É que tudo acaba onde começou
Meu amigo Pedro




(Colossenses: 1, 12 à 20.) Dando graças ao Pai que...e que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do seu Filho amado;
em quem temos a redenção, a saber, a remissão dos pecados;
o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação;

porque NELE foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ELE e para ELE.

Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas;
também ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio, o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência,
porque aprouve a Deus que nele habitasse toda a plenitude,
e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz,por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas,tanto as que estão na terra como as que estão nos céus.


(Isaías: 53, 3 à 6) Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
 

Lúcifer - A inteligência espiritual que habita em todos os homens.

Lúcifer (do latim Lux fero, portador da Luz, em hebraico, heilel ben-shahar, הילל בן שחר; em grego na Septuaginta, heosphoros) significa o que leva a luz', representando a portador de luz, o planeta Vênus, que é visível antes do alvorecer.Provém duma raiz que significa "brilhar" (Jó 29:3), e aplicava-se a uma metáfora aplicada aos excessos de um "rei de Babilônia", não a uma entidade em si, como afirma o pesquisador iconográfico Luther Link,[13] "Isaías não estava falando do Diabo.Usando imagens possivelmente retiradas de um antigo mito cananeu, Isaías referia-se aos excessos de um ambicioso rei babilônico"
Lúcifer - o Príncipe dos Demônios - não é referendado na Bíblia (VT e NT). Apresenta-se como sinônimo de Diabo, Demônio e Satanás. Este nome surgiu na Baixa Idade Média, baseado numa divindade associada ao planeta Vênus. Os teólogos, para criar o termo, recorreram ao Livro de Enoque, considerado apócrifo, do qual restam vestígios na Bíblia, em Gênesis, 6.
"Lúcifer, produto da teologia cristã, foi associado aos "diabos" Satã, ao conceito de "demônio" dos gregos e ao princípio do dualismo Bem e Mal do Zoroatrismo, entre outras tradições".

Mas o nome também esconde uma multiplicidade de significados alegóricos, dos quais talvez o mais importante é sua identificação com Manas, a Mente dual, a inteligência espiritual que habita em todos os homens, que tanto condescende voluntariamente em cair na matéria como é o agente que foge por si mesmo da animalidade e resgata-se para uma vida superior, sendo ao mesmo tempo o Tentador e o verdadeiro Redentor interno de cada um.

Satã, o Acusador ou Adversário.

Satã significa "o adversário", "o acusador". O termo "acusador" existia no Império Persa, cuja função era a de percorrer secretamente o reino e fiscalizar tudo o que estava sendo feito de mal no sentido de apresentar denúncias diante do Imperador, que mandava chamar os funcionários faltosos e os castigava.




Com a evolução da doutrina religiosa judaica, Satã acabou se convertendo, de um acusador dos pecados dos homens, num deus secundário, oposto a Javé.



Satã não é Lúcifer. Ele não é um anjo que se revoltou contra o Senhor. Ele é apenas um acusador., ou seja, um dos olhos do Senhor, que anda pela Terra e comparece perante o Senhor para acusar.

Baal Zebube ou Belzebu

BAAL ZEBUBE ou BELZEBU - Senhor da mosca Deus filisteu de Ecrom. Acazias consultou-o (2 Rs.1,2) Supõe-se que o nome é uma desdenhosa modificação judaica de Baal-Zebul ‘Senhor da casa alta’ (Mt 10.25) e também ‘Senhor da mosca da esterqueira’. Não deixa de ser natural tal designação, visto como são numerosas as moscas nos climas quentes, sendo certo, também, que os egípcios fizeram do escaravelho um deus.
Baal Zebube, Satanás, príncipe dos demônios. No AT. Baal era uma deidade de Canaã, cujo nome foi expandido para Belzebu (que significa Baal Exaltado ou Príncipe Baal).


Mateus 12

22 Trouxeram-lhe então um endemoninhado cego e mudo; e ele o curou, de modo que o mudo falava e via.
23 E toda a multidão, maravilhada, dizia: É este, porventura, o Filho de Davi?
24 Mas os fariseus, ouvindo isto, disseram: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios.
25 Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá.
26 Ora, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino?
27 E, se eu expulso os demônios por Belzebu, por quem os expulsam os vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes.



OBS: Podemos observar que Jesus relata Belzebu como sendo Satanás e também os demônios são chamados de Satanás: - Como pode Satanás expulsar Satanás? e também "E, se Satanás se levantar contra si mesmo,...não pode subsistir; antes tem fim.". Aqui Jesus mostra que a  palavra Satanás é apenas um coletivo de Demônios e não uma Entidade, e que também a palavra é apenas um adjetivo qualificativo. 





terça-feira, 15 de novembro de 2011

Disse Jesus: - Quem me viu a mim, viu o Pai.

(Isaías: 45, 21 - 22) Anunciai, e chegai-vos, e tomai conselho todos juntos; quem fez ouvir isto desde a antiguidade? Quem desde então o anunciou? Porventura não sou eu, o SENHOR? Pois não há outro Deus senão eu; Deus justo e Salvador não há além de mim.


Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro.

...e entendais que eu sou o mesmo; antes de mim Deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá. Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador. ( Isaías: 43: 10 - 12 )
Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus...Acaso há outro Deus além de mim?...( Isaías: 44, v6 - 8 ).
Por amor de mim, por amor de mim o faço; porque como seria profanado o meu nome? A minha glória não a darei a outrem. ( Isaías: 48, v11).
 
 

Está escrito nos Profetas: ‘Todos os homens serão instruídos por Deus’. Todo aquele que escuta o Pai e recebe sua instrução vem a mim. Não que alguém já tenha visto o Pai. O único que viu o Pai é aquele que vem de Deus. " - João 6:45,46


(Isaías: 44, 6 - 8 )Assim diz o SENHOR, Rei de Israel, e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus.


Não vos assombreis, nem temais; porventura desde então não vo-lo fiz ouvir, e não vo-lo anunciei? Porque vós sois as minhas testemunhas. Porventura há outro Deus fora de mim? Não, não há outra Rocha que eu conheça.

(Neemias 9, v6) Só tu és SENHOR; tu fizeste o céu, o céu dos céus, e todo o seu exército, a terra e tudo quanto nela há, os mares e tudo quanto neles há, e tu os guardas com vida a todos; e o exército dos céus te adora.




No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.


Ele estava no princípio com Deus.

Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez....Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.

Veio para o que era seu, e os seus não o receberam....

E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.

(João 1:1-14)

O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criaçäo;




Porque Nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominaçöes, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele. (Cl. 1:16)


Eis que vem com as nuvens… Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-poderoso (Apocalipse 1:7-8).


(Isaías: 53, 3 à 6) Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.


Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

(Zacarias 12: 10) Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.

Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.



Disse-lhe Felipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta.


Respondeu-lhe Jesus: Há tanto tempo que estou convosco, e ainda não me conheces, Felipe? Quem me viu a mim, viu o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?


Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é quem faz as suas obras.


Crede-me que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim; crede ao menos por causa das mesmas obras. (João: 14, 7 à 11)

Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras.



(Provérbios 1:23)


Nem lhes esconderei mais a minha face, pois derramarei o meu Espírito sobre a casa de Israel, diz o Senhor DEUS.

(Ezequiel 39:29)














Nós somos os demônios.

Demônio (daimon) é de origem grega e significa "gênio sobrenatural", "espírito", bom ou mal e, por vezes, designa um herói.
A palavra demônio não implica na idéia de Espírito mau senão na sua significação moderna, porque a palavra grega Daimon, da qual se origina, significa, "Deus", "poder divino", "gênio", "inteligência", e se emprega para designar os seres incorpóreos, bons ou maus, sem distinção. Segundo a significação vulgar, a palavra "demônios" significa seres essencialmente malfazejos e seriam, como todas as coisas, criação de Deus. Ora, Deus que é soberanamente justo e bom não pode ter criado seres predispostos ao mal por sua natureza e condenados por toda a eternidade. Se não são obras de Deus, seriam, pois, como Ele, de toda a eternidade, ou então haveria várias potências soberanas.


Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel, e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação proverá livramento, de sorte que poderás suportar.” (1Co 10.13)
Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. (Tiago: 1, 13 à !5)
Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. (Gálatas 5:16-18)
Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim. Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;
Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros. Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte? Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.
(Romanos 7:18-25)
O termo demônio não é citado no AT, onde só aparece, nos últimos livros. Ele existe no Novo Testamento, onde os Evangelistas confundem os demônios com Satã. Quer dizer, o demônio só surge com a influência grega. Para os gregos, os demônios significavam as almas dos mortos assimiladas às das divindades ... foram confundidas com as manes, os lares, os gênios latinos. Estas concepções penetram a Palestina. Com a vinda dos romanos, o Demônio grego transforma-se em Diabo, cujo significado passou a ser "espírito da mentira" ou "caluniador".


O Daimon grego passa a ser o Diabolus romano. Na Baixa Idade Média, o Diabolus romano ganha força. Como o Diabolus romano era um "espírito mau", passou a designar o espírito mau hebraico, Satã. Para explicar a sua presença como tentador do mundo, os padres da Igreja recorreram à lenda da revolta do anjo Azazel, dos Livros de Enoque, que eram apócrifos.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Nós somos os deuses.

Deus está na assembléia divina; julga no meio dos deuses: (Salmos 82, v1)



- Eu disse: Vós sois deuses, e filhos do Altíssimo, todos vós.





Todavia, como homens, haveis de morrer e, como qualquer dos príncipes, haveis de cair.

(Salmos 82, 6-7)




Replicou-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses?



Se ele chamou deuses àqueles a quem foi dirigida a palavra de Deus, e a Escritura não pode falhar,



então, daquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, dizeis: Tu blasfemas; porque declarei: sou Filho de Deus? (João, 10: 34-36)
Se vós, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai Celestial dará boas coisas aos que as pedirem! (Mateus, 17:11)


Se perdoardes aos homens suas ofensas, também o Pai Celestial vos perdoará vossas ofensas; mas se não perdoardes aos homens suas ofensas, tampouco o vosso Pai perdoará vossas ofensas. (Mateus, 16:14 e 15)


OBS: As Escrituras Sagradas mostram claramente que todos nós, bons ou maus, somos filhos de Deus. Porém, muitos entendem que somente os bons e justos é que são filhos de Deus. Outros acreditam que somos apenas criaturas e não filhos de Deus, pois, entendem que só os crentes fiéis para com Deus é que são filhos.
Isso é apenas falta de conhecimento, pois, somos: Criaturas e filhos de Deus. Mas, como pode ser isso?
É simples entender que somos criaturas de Deus e também filhos de Deus ao mesmo tempo; tanto os bons como os maus. O corpo do homem é criação de Deus, mas, a Alma (Corpo Astral) foi gerada do corpo de Deus e o Espírito que está no Corpo Astral (Alma) é o filho de Deus. Pois, o princípio do Espírito já estava em Deus, e atravéz de seu Corpo Astral (Pura Energia) foi gerado e passou a se evoluir em um Corpo Carnal (Energia Condensada). Resumindo: O corpo do homem é criação de Deus, mas, o Espírito do homem é verdadeiramente filho de Deus. Se fizermos a vontade da Carne, somos considerados Filhos do Mundo, porém, se fizermos a vontade do Espírito, seremos considerados filhos de Deus. Pois, a Carne luta contra o Espírito e o Espírito luta contra a Carne, e assim, o Filho de Deus (Espírito) vive em batalha contra o Filho do Mundo (Corpo Carnal).




 "Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne.


Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis. (Gálatas 5: 16 e 17)"



terça-feira, 8 de novembro de 2011

Mulher, o Ser mais Evoluído do planeta Terra



Segundo as Escrituras e a Lei da Evolução, a mulher é o ser mais sábio e evoluído do planeta Terra. Muitos não concordam, pois, o sentimento machista é predominante. Mas, esta é uma grande verdade que fere profundamente o sentimento machista.





Em Gênesis, segundo o relato de Moisés: primeiro foi criado o reino mineral, depois o reino vegetal e por último o reino animal. Nota-se que depois dos animais irracionais serem criados, Deus tomou do barro e fez Adão.

Levou-se muitos anos em que Adão estava só com os animais, dando nome a cada um deles. Ainda no relato de Moisés; Adão se sentia sozinho, pois via que todos os animais tinha uma fêmea como companhia e Adão era só, isso o deixava muito triste. Então, Deus vendo a tristeza de Adão por não ter uma fêmea como companhia, fez Adão adormecer, e de uma costela de Adão, Deus fez a mulher Eva para ser sua companheira. Vimos que todos os animais e o homem Adão foram feitos do barro; Eva foi uma exceção, pois. ela surgiu diretamente do homem Adão. Eva foi a última criação de Deus, e sabemos que a serpente não tentou a Adão, mas sim, a Eva, e ela seduziu a Adão para comerem do fruto do conhecimento entre o Bem e o Mal. Isso mostra que Eva era mais sensível aos acontecimentos do que Adão. Pelas Escrituras, não foi somente Adão e Eva que tiveram punição pela desobediência, e sim todos os animais e homens em geral em todos os tempos, e ainda hoje todos sofrem o efeito da primeira punição de Deus. Eu poderia dizer que tudo foi culpa da Eva que seduziu a Adão ao pecado. E foi mesmo, pois, a mulher não foi feita do barro e sim de um osso do homem. por isso, ela é a mais sábia e a mais forte. Difícil de entender ou acreditar, mas, pela Lei da Evolução é fácil entender e aceitar o fato como verdadeiro. Segundo a Lei da Evolução, primeiro surgiu o reino mineral, depois de muita evolução, surgiu o reino vegetal e depois o reino animal. Passado depois muito tempo de Evolução, surgiu o animal racional que é o homem e por dedução, pela Evolução, do homem surgiu a mulher. Raciocinando que, o que vem primeiro é o que mais se evolui. A mulher era a Energia que estava no reino mineral; Essa Energia se evoluiu para o reino vegetal, passou para o reino animal irracional até chegar a Evolução do homem. Depois, finalmente a Energia evoluída passou do ser homem para ser a Mulher. Isso parece impossível para quem não acredita em Reencarnação e Evolução do homem e de tudo o que existe. Mas, a ordem do surgimento de todas as coisas e da mulher, se coincide com o Relato de Moisés e a Lei da Evolução. Resumindo. a Mulher é o ser mais Evoluído do planeta Terra; segundo Moisés e a Lei da Evolução. Nos tempos antigos, o que predominava era a Lei da força bruta, por isso é que se dava mais importância ao sexo masculino. E o homem predominava pela força até mesmo a poucos tempos atras. Mas, hoje, na Era moderna, que é o da Inteligência e Conhecimentos evoluídos, começa a predominar, a Mulher. A mulher hoje está no seu lugar digno da Evolução, pois, para tristeza dos machistas que não podem mais se garantir pelo primitivismo e pela Lei da força bruta, são obrigados a reconhecer sua inferioridade perante a força dominadora da Mulher Evoluída. Quem conhece a Lei da Evolução e a Lei da Reencarnação, compreendem o que afirmo aqui. A mulher é o último estágio de evolução do homem aqui na Terra, e é por isso, que sabemos que a mulher surgiu do homem e que o homem só pode nascer se antes existir a mulher. O conhecimento veio pela mulher, a vida começa na mulher, a vida surge da mulher, o alimento no nascer do homem está na mulher e isso mostra que o homem só existe porque existe a mulher.



ZOOLOGIA DA MULHER


A mulher é o mais avançado dos animais: essa é a teoria do zoólogo que investigou como a evolução moldou, da cabeça aos pés, essa criatura fantástica

O inglês Desmond Morris trata as mulheres como animais. Isso não deve ser tomado por ofensa: ele é um zoólogo e estuda o primata Homo sapiens como mais uma espécie. A mais sofisticada das espécies, que fique claro - cujos indivíduos do sexo feminino são ainda superiores aos machos. Essa é a premissa de A Mulher Nua, livro mais recente do pesquisador. Nele, Morris examina o corpo feminino - literalmente da cabeça aos pés - para defender a tese de que a mulher é, em suas próprias palavras, "o mais extraordinário organismo existente no planeta".
O autor - famoso pelo best seller O Macaco Nu, em que fez uma análise zoológica do animal humano - atribui o sucesso de nossa espécie a um processo evolucionário chamado neotenia. Ou seja: a manutenção de características infantis na idade adulta. Diferentemente dos outros animais, não paramos de brincar quando crescemos. "Adultos, os homens dão nomes diferentes a essa brincadeira: chamam-na de arte ou pesquisa, música ou poesia", afirma Morris.
A neotenia se manifesta de formas diferentes no homem e na mulher. Enquanto ele é mais infantil no comportamento - conserva mais o elemento de risco da brincadeira -, ela incorpora mais características de criança ao corpo adulto. Assim, a fêmea seria anatomicamente mais evoluída que o macho.
A vantagem de um corpinho de criança é clara. A evolução programou o macho para defender a prole - e, no mundo primitivo, a mulher infantilizada também era protegida. Assim, ela preservou a voz aguda, o rosto imberbe, as formas curvilíneas. Mas a neotenia é só uma das artimanhas evolutivas que moldaram o corpo feminino:




O meu relato sobre as mulheres é para mostrar que todas as criaturas de Deus vieram diretamente do barro , e principalmente o Homem; Porém, a Mulher foi a única exceção. Pois, a mulher se derivou de uma das criaturas mais evoluídas entre todos os animais, "o Homem", segundo o Livro de Gênesis. E segundo a Evolução, uma Energia se evolui no Reino Mineral, depois prossegue sua evolução no Reino Vegetal, depois entra para o Reino animal (Animal Irracional) até chegar a sua maior Evolução que é o homem. Segundo Moisés, a criação terminou com o homem Adão, e então Deus descansou no sábado "É claro que isto é alegoria", e só depois de muito tempo, do homem Adão surgiu a mulher Eva como última criação. Ora, é evidente que Eva foi uma Evolução do homem Adão, segundo a Teoria da Evolução e do Relato de Moisés. Portanto,a Mulher é o último grau na escala de Evolução do Animal Racional chamado Homem. A mulher Eva foi formada do osso de Adão, segundo Moisés, porque o osso é a parte mais forte que sustenta todo o corpo. Sendo a parte mais forte e de maior sustento do corpo, o que se derivou do osso teria que ser mais forte ou mais Evoluído que o Homem. Assim foi o surgimento da Mulher, a criação de Deus mais Evoluída na experiência da Vida Terrena e Espiritual. Para se ter uma melhor ideia sobre a grande importância e valor da Mulher, lembro aqui, que Deus somente precisou da Mulher para nascer no mundo dos homens, segundo as Escrituras Sagradas.