Numa tarde cansada de outono, quando o sol se escondeu no horizonte. Ao ruído infantil de uma fonte, eu me pus a pensar em você. Em você que se sente perdido quando põe seu olhar nas estrelas, e de tanto contá-las e vê-las, já não sabe se crê ou não crê. Eu conheço as milhões de perguntas que você que falou que não crê, e que diz que só crê no que vê, todo dia pergunta pra Deus. Eu conheço as milhões de respostas, que ninguém tem coragem de dar, quando a vida nos vem questionar; Como vê somos todos ateus. Numa tarde tristonha de inverno retornei ao murmúrio da fonte. Não havia mais sol no horizonte, e eu me pus a pensar nos cristãos. Nos cristãos que se sentem tranquilos, quando põe seu olhar nas estrelas. E de tanto contá-las e vê-las, nunca mais põe os olhos no chão. Eu conheço as milhões de respostas, que esta gente que fala que crê, mas não ouve, não pensa e não lê, não responde por medo de Deus. Eu conheço as milhões de perguntas que os cristãos nunca ousam fazer. Pois terão de se comprometer; Como vê somos todos ateus.

O homem é um Universo em Evolução

O homem é um Universo em Evolução

terça-feira, 8 de novembro de 2011

A Onipresença de Deus

"O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; porque Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por Ele e para Ele. Ele é antes de todas as coisas, E NELE subsistem todas as coisas".   Cl 1-16



Jesus Cristo já existia antes de todas as coisas, pois, ele já existia como Deus sendo um só com Deus.
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. TODAS AS COISAS FORAM FEITAS POR ELE, e sem ele nada do que foi feito se fez. (João: 1, 1-3)
Significado de Onipresença:
Capacidade de estar em todo lugar ao mesmo tempo e por todo o tempo. Como essa capacidade se restringe a DEUS, é preciso compreender que por seus diversos atributos divinos, Deus pode manifestar-se de diferentes formas em diferentes lugares, sem, no entanto, nunca se ausentar de nenhum deles.

Exemplo do uso da palavra Onipresença: Onipresença é um atributo de Deus.

Tudo o que existe faz parte do corpo de Deus, tanto o visível quanto o invisível. E é porisso, que Deus é Onipresente (não existe lugar aonde ele não esteja). A união de tudo o que existe é o corpo de Deus, e Jesus Cristo é a cabeça do corpo. O Espírito de Deus que está presente no corpo e na cabeça, é quem conhece as profundezas de Deus, e nos revela aos poucos sobre as coisas de Deus. Portanto, no princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus. Deus não invade nossa privacidade e o nosso livre arbítrio, ele já é presente em tudo. Muitos não acreditam que Deus existe, e não sabem que nós é que não existimos. Somente Deus existe; somos apenas individualizações ou evoluções no corpo de Deus, e é porisso, que tudo é dele, foi criado por Ele e subsiste Nele. Quem pode saber o que é Deus ou quem é Deus? Somente o seu Santo Espírito é quem o conhece, pois, o Espírito Santo é um só com Deus e ele é o próprio Espírito de Jesus Cristo.
 

 
Já está totalmente provado pela ciência que TODA MATÉRIA é ENERGIA CONDENSADA. E o princípio de toda matéria é o Àtomo. Também conhecemos que o Àtomo é composto por: Eletrons, Prótons e Neutrons. Assim sendo, tanto a terra como todo Universo é ENERGIA com vários graus de densidade ou de diluição. Como tudo o que está no Universo é ENERGIA, forma-se um único corpo ENERGIA UNIVERSAL. Sabemos que energias atravessam outras energias mais condensadas ou menos densas e até mesmo energia pura. Como as energias aqui na terra (homens) tem inteligência e são pensantes, porquê não acreditar que nesta ENERGIA UNIVERSAL exista também: Individualidade, Sabedoria e Poder. Esta Mente Suprema que faz parte da Energia Universal é o que chamo de Deus. Não há como negar a união de todas as energias formando-se uma só. Por imprudência ou falta de conhecimento, dizemos que Deus não existe, quando na verdade tudo faz parte dele, porisso ele é: Onisciente. Onipotente e Onipresente.
 




- Eu que já andei pelos quatro cantos do mundo procurando, foi justamente num sonho que Ele me falou:
Às vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado,
Não falo de amor quase nada,
Nem fico sorrindo ao teu lado.
Você pensa em mim toda hora.
Me come, me cospe, me deixa.
Talvez você não entenda,
Mas hoje eu vou lhe mostrar.
Eu sou a luz das estrelas;
Eu sou a cor do luar;
Eu sou as coisas da vida;
Eu sou o medo de amar.
Eu sou o medo do fraco;
A força da imaginação;
O blefe do jogador;
Eu sou!... Eu fui!... Eu vou!...
Gita! Gita! Gita!
Gita! Gita!
Eu sou o seu sacrifício;
A placa de contra-mão;
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição.
Eu sou a vela que acende;
Eu sou a luz que se apaga;
Eu sou a beira do abismo;
Eu sou o tudo e o nada.
Por que você me pergunta?
Perguntas não vão lhe mostrar
Que eu sou feito da terra,
Do fogo, da água e do ar!
Você me tem todo dia,
Mas não sabe se é bom ou ruim.
Mas saiba que eu estou em você,
Mas você não está em mim.
Das telhas eu sou o telhado;
A pesca do pescador;
A letra "A" tem meu nome;
Dos sonhos eu sou o amor.
Eu sou a dona de casa
Nos pegue pagues do mundo;
Eu sou a mão do carrasco;
Sou raso, largo, profundo.
Gita! Gita! Gita!
Gita! Gita!
Eu sou a mosca da sopa
E o dente do tubarão;
Eu sou os olhos do cego
E a cegueira da visão.
Eu!
Mas eu sou o amargo da língua,
A mãe, o pai e o avô;
O filho que ainda não veio;
O início, o fim e o meio.
O início, o fim e o meio.
Eu sou o início,
O fim e o meio.
Eu sou o início
O fim e o meio.


Nenhum comentário: