Numa tarde cansada de outono, quando o sol se escondeu no horizonte. Ao ruído infantil de uma fonte, eu me pus a pensar em você. Em você que se sente perdido quando põe seu olhar nas estrelas, e de tanto contá-las e vê-las, já não sabe se crê ou não crê. Eu conheço as milhões de perguntas que você que falou que não crê, e que diz que só crê no que vê, todo dia pergunta pra Deus. Eu conheço as milhões de respostas, que ninguém tem coragem de dar, quando a vida nos vem questionar; Como vê somos todos ateus. Numa tarde tristonha de inverno retornei ao murmúrio da fonte. Não havia mais sol no horizonte, e eu me pus a pensar nos cristãos. Nos cristãos que se sentem tranquilos, quando põe seu olhar nas estrelas. E de tanto contá-las e vê-las, nunca mais põe os olhos no chão. Eu conheço as milhões de respostas, que esta gente que fala que crê, mas não ouve, não pensa e não lê, não responde por medo de Deus. Eu conheço as milhões de perguntas que os cristãos nunca ousam fazer. Pois terão de se comprometer; Como vê somos todos ateus.

O homem é um Universo em Evolução

O homem é um Universo em Evolução

sábado, 30 de julho de 2016

Visões e Revelações - Parte 2 "O Falso Profeta e o Poder Cósmico da Mente"

O Falso Profeta e o Poder Cósmico da Mente

Naquele momento que eu falava, ouvi um forte estrondo do trovão e vi o Céu como em Chamas, e vi  relâmpagos rasgando os Céus para todo lado. O Céu ficou vermelho e amarelo como as chamas de um grande fogo, e eu cai na lama apavorado pela visão da fúria de Deus. Apavorado com a cena, eu disse: - Porquê fui desafiar á Deus?! Porquê me fiz inimigo de Deus?! Agora vejo e creio, mas já é tarde, a Morte já está a caminho e serei consumido pelo fogo e lançado no Inferno.!.
Apavorado eu acreditava que havia chegado o meu fim, porém, a Visão passou e a chuva continuou e eu disse: - Graças á Deus, foi tudo apenas uma Alucinação, talvez porque eu estava perturbado com as Misérias e Injustiças entre os homens. Passei a crer em Deus, aquela visão me fez pensar melhor e ponderar sobre todas as coisas da criação e sobre a ignorância humana.
Voltei pra casa agradecendo á Deus por poupar a minha vida, e observei que mais que acreditar eu estava crendo no Deus da Bíblia. Voltei para a minha vida normal entre o meu Grupo de Jovens e a Religiosidade dos mais velhos nas Missas, Procissões, Vias Sacras e sempre rezando o Terço e o Ofício de Nª Senhora na igrejinha a qual eu sempre estava pregando o Evangelho de Cristo. 
Porém, eu comecei a questionar sobre o Poder Cósmico da Mente, o Poder do Subconsciente, Hipnose e Auto-Hipnose. E observei que os Autores dos Livros de modo científico me mostravam que o Poder Cósmico da Mente era a União da minha Mente com a Mente Universal. E que o Poder do Subconsciente era apenas a minha Mente Inconsciente em contato direto com a Mente Cósmica Universal. E que a Hipnose é apenas uma Técnica para adormecer a Mente Consciente (Razão) para que todas as Sugestões pudessem mais facilmente serem Captadas pela Mente Inconsciente ou Subconsciente (Espírito). E ponderei sobre o que aprendi e pratiquei em mim mesmo com a Auto-Hipnose que nada mais é que o Hipnotizador hipnotizar a Si próprio. Então, observei que a Mente Cósmica Universal ao qual eu tinha Fé e que aprendi nos Livros, era o próprio Deus relatado na Bíblia. Descobri também através de minha Ponderação que a minha Mente Subconsciente, nada mais era que a Mente do meu Espírito. E entendi que sem saber eu já buscava a Deus, apesar de não conhece-lo como o Deus da Bíblia, ou melhor o Deus Criador.  E assim pensei comigo mesmo: - Se eu aprendi que minha Mente Inconsciente ou Subconsciente na verdade era o meu Espírito e que a Mente Cósmica Universal era o próprio Deus Criador,  então eu disse: - Já encontrei a Deus e entendo agora, mas porquê não consigo acreditar e crer em Jesus Cristo o Filho de Deus. Pois, na Bíblia eu li que tudo foi criado através Dele, pra Ele e Nele, e todas as coisas subsistem Nele, que sem Ele nada do que se fez, existiria. E isso vi na própria Bíblia através de São Paulo que ensinava dizendo: - Porque Nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam  potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
(Colossenses 1:16-17). E observei também no começo do Evangelho de João a semelhança entre sua Pregação e a de São Paulo sobre Cristo e a Criação; Disse João: No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem ele nada do que foi feito se fez....Estava no mundo, e o mundo foi feito por Ele, e o mundo não o conheceu.
Veio para o que era seu, e os seus não o receberam....
E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. (João 1:1-14). Então, feliz com esta nova descoberta, eu disse: - Buscarei a Cristo e eu também vou crer nele, pois assim também li na Bíblia: - Ninguém pode vir a mim, se o Pai, que me enviou, não o atrair; e eu o ressuscitarei no último dia. Está escrito nos Profetas: ‘Todos serão ensinados por Deus’. Todos os que ouvem o Pai e dele aprendem vêm a mim.
Ninguém viu o Pai, a não ser aquele que vem de Deus; somente ele viu ao Pai.
João 6:44-46
Passei a orar ao Deus da Bíblia, sempre pedindo que ele me fizesse crer em em seu Filho Jesus Cristo. Porém, passavam-se os meses e eu não conseguia acreditar no Filho de Deus, mas continuava a Pregar o Evangelho de Cristo, porquanto eu vi que eu tinha Fé em Deus. E assim continuei entre os meus vacilando entre a Fé e a Descrença. Entretanto, o meu motivo já não era mais querer impressionar a minha Amada e nem mesmo a todos que me ouviam. E assim, continuei no meu Grupo de Jovens e participava de todos os serviços religiosos entre os meus e entre os estranhos de outros lugares. E me vi em uma busca constante a querer encontrar a Cristo e não mais precisar ser um fingido e um Falso Profeta a enganar a todos que me admiravam e me viam como um verdadeiro homem de Deus.

( A continuação deste Relato será em uma outra Postagem)
Ass: Filho de Jacó
Raul Seixas
Cowboy fora da Lei

Mamãe, não quero ser prefeito
Pode ser que eu seja eleito
E alguém pode querer me assassinar
Eu não preciso ler jornais
Mentir sozinho eu sou capaz
Não quero ir de encontro ao azar
Papai não quero provar nada
Eu já servi à Pátria amada
E todo mundo cobra minha luz
Oh, coitado, foi tão cedo
Deus me livre, eu tenho medo
Morrer dependurado numa cruz
Eu não sou besta pra tirar onda de herói
Sou vacinado, eu sou cowboy
Cowboy fora da lei
Durango Kid só existe no gibi
E quem quiser que fique aqui
E entrar pra história e com vocês
Mamãe, não quero ser prefeito
Pode ser que eu seja eleito
E alguém pode querer me assassinar
Eu não preciso ler jornais
Mentir sozinho eu sou capaz
Não quero ir de encontro ao azar
Papai não quero provar nada
Eu já servi à Pátria amada
E todo mundo cobra minha luz, minha luz
Oh, coitado, foi tão cedo
Deus me livre, eu tenho medo
Morrer dependurado numa cruz
Eu não sou besta pra tirar onda de herói
Sou vacinado, eu sou cowboy
Cowboy fora da lei
Durango Kid só existe no gibi
E quem quiser que fique aqui
E entrar pra história e com vocês

Eu não sou besta pra tirar onda de herói
Sou vacinado, eu sou cowboy
Cowboy fora da lei
Durango Kid só existe no gibi
E quem quiser que fique aqui
E entrar pra história e com vocês

terça-feira, 26 de julho de 2016

Visões e Revelações - Parte 1 "O Falso Profeta"

O Falso Profeta


TEOMANIA

Significado de Teomania Por Dicionário inFormal (SP) em 14-08-2009. 
Mania, loucura em que o doente acredita que é Deus ou inspirado por Deus.
Desejo maléfico e invejoso de adquirir um poder divino; mais forte em indivíduos psicóticos e pessoas em posições de poder na sociedade. De acordo com Dr. Keppe, a Teomania, uma forma extrema de megalomania, é a causa primeira de toda doença (social, mental, orgânica). Psicóticos freqüentemente se vêem como divindades.



Eu tinha 14 anos, e em uma noite calma eu resolvi ficar em uma pracinha um pouco escura e silenciosa para pensar na vida e sobre a Existência de Deus. Eu me sentei sobre algumas madeiras que estavam lá e comecei a me fazer perguntas sobre Jesus Cristo. Olhava para o céu e me sentia incrédulo sobre o que me ensinavam á respeito de Deus e Jesus Cristo. Eu me perguntava: - Será que realmente existe Deus e que realmente existiu Jesus Cristo aqui na Terra, ou foi tudo invenção dos homens.?  Eu já tinha ouvido falar sobre os milagres que Cristo realizou transformando água em vinho, multiplicação de pães já prontos para comer e também a multiplicação dos peixes já preparados para comer. Eu não conseguia acreditar, pois, pra mim isso era muito impossível de se realizar. Então depois de tanto pensar sobre Cristo e Deus, eu decidi que tudo era invenção, pois, ao mesmo tempo que as pessoas me ensinavam sobre um Deus misericordioso, também me mostravam um Deus carrasco, egoísta e impiedoso.  Ainda meditando sobre a verdade de Cristo eu ouvi uma voz que parecia vir de dentro de mim. Temeroso, eu olhei para todos os cantos e vi que eu estava sozinho. Aquela voz me deixou muito assustado quando me chamou pelo nome e me disse: - Eu preciso de você.
Saí da pracinha nervoso e assustado, pois, eu sentia dentro de mim que a voz que falou comigo era a de Cristo. Voltei pra casa e falei pra mim mesmo: - Aquilo foi só a minha imaginação. E tentei esquecer aquela noite e aquela voz, mas os anos iam passando e eu não conseguia esquecer. Porém, eu vivia como um Ateu e resolvi comprar livros para aprender e me tornar poderoso e popular perante os conhecidos. E comprei os livros: O Poder Cósmico da Mente, O Poder do Subconsciente, Hipnose e Auto- Hipnose. Comecei a estudar e a praticar, e pensava em ganhar muito dinheiro e ganhar o amor de muitas mulheres. Estudei também "Magnetismo" e comecei a praticar-lo; eu tinha me tornado um Vampiro de Energia Vital. Todos os dias quando eu saudava as pessoas apertando-lhes a mão, eu olhava entre seus olhos e sugava suas Energias. Estava feliz com as práticas e os Estudos sobre: Magnetismo, Poder Cósmico da Mente, Hipnose e Auto-Hipnose. Todas as noites antes de dormir eu praticava a Auto-Hipnose até adormecer. Pensei também em estudar e praticar Magia Negra e Magia branca, eu já tinha comprado os Livros escritos por S. Cipriano e estudei sobre ele e sua professora a "Bruxa Évora". Mas, logo desisti quando vi que se tratava de sacrifícios de animais  e outros Rituais maléficos. E comecei a Ponderar sobre S. Cipriano, que depois de descobrir que sua Magia não funcionava com uma mulher, pois, tinham encomendado a ele o serviço da Bruxaria, ele queria saber porque não funcionava com aquela mulher, apesar de ter sido o maior Bruxo da História. Quando ele consultou o Demônio, este lhe disse: - Esqueça esta mulher, pois, ela é protegida pela Mãe do Homem lá de cima. Então S. Cipriano entendeu que o homem a quem o Demônio se referia era Jesus Cristo. Depois desta descoberta, S. Cipriano abandonou a Bruxaria e se voltou para Jesus Cristo pedindo perdão e pediu para Cristo desfazer todas as suas Bruxarias. Cristo o ouviu e assim fez, tornando-o  um dos maiores servos e Santo da História. S. Cipriano se tornou fiel a Deus e a Igreja Católica o canonizou como Santo, São Cipriano. Depois, desses estudos sobre São Cipriano, eu joguei fora os meus livros de Bruxaria e desisti de ser Bruxo. Entretanto continuei a estudar O Poder Cósmico da Mente e a Hipnose,  também comecei a praticar o Magnetismo me tornando um Vampiro de Energias. Com aquilo eu me sentia importante, poderoso e satisfeito. Mas, com o passar dos dias eu estava me sentindo mal e sentia que as Energias que eu procurava sugar não estavam mais me fazendo bem. Estudei mais sobre o assunto, e verifiquei que as pessoas tinham em si, Energias benéficas e Energias maléficas. Minha vida estava se tornando um inferno, o dinheiro não parava na minha mão, apesar de eu não curtir a vida. As mulheres fugiam de mim e nem mais coragem eu tinha de pedir em namoro a mulher a qual me apaixonava. Larguei o "Magnetismo" e fiquei somente com a prática do Poder Cósmico da Mente e a Hipnose. Eu voltei a me sentir melhor e  acreditava que bastaria a prática  desses dois estudos para ganhar muito dinheiro e namorar com qualquer mulher que eu me agradasse. E quando eu pensava que já estava tudo bem, me sentindo o melhor,  eis que conheci uma linda mocinha do meu bairro chamada Graça. Procurei me informar sobre ela e fiquei sabendo que ela fazia parte de um Grupo de Jovens da Igreja Católica. Não perdi tempo, entrei também para o Grupo de Jovens, não com o objetivo de servir a Deus, mas sim, com o objetivo de conquistar e estar perto da mulher a qual me apaixonei. Eu não tinha coragem de me declarar, e ela só me tratava e me via como irmão, porém, eu não desisti, estava super apaixonado por ela. Foi então que depois de tentar usar a Hipnose e o Poder Cósmico da Mente para conseguir fazer com que ela se apaixonasse por mim, não via nenhum resultado. O tempo ia passando e eu me decepcionei com minhas práticas de Poder Mental, pois, a mulher que me apaixonei só queria me ver como irmão e nada mais. Fiquei depressivo e não conseguia acreditar em mais nada,; eu não queria mais saber de nenhum Poder especial. Então continuando no Grupo de Jovens (eu tinha uns vinte e poucos anos),  eu tentei acreditar e buscar a Jesus Cristo, mas, a minha descrença foi maior, porque eu não conseguia acreditar no Cristo que eles acreditavam. Resolvi então fingir que tinha Fé em Cristo e comecei a Pregar o Evangelho, mesmo não acreditando nele; entrei para o meio dos Idosos que rezavam o Terço e o Ofício de Nª Senhora e me tornei popular entre os Religiosos do meu bairro. Me dediquei tanto nos trabalhos religiosos entre os mais velhos e os jovens, sempre pregando a palavra e me dedicando as Missas e as Pregações na Igrejinha do Bairro. Eu era aplaudido e aclamado por muitos como Profeta, mas, somente eu sabia que era pra me tornar popular e impressionar a Graça e que na verdade eu estava sendo um Falso Profeta entre os Religiosos e entre meu Grupo de Jovens. Eu pegava o meu violão e cantava para todos, e era sempre aplaudido, porém, eu não conseguia dinheiro, apenas fama de Profeta cantador. Também tentei o meio artístico como Humorista e durante muito tempo arranquei gargalhadas das pessoas, porém, não entrava dinheiro no meu bolso. Naquele tempo perdi o meu emprego e para piorar minha situação como castigo do meu fingimento, perdi toda esperança na mulher amada, ela já estava nos braços de outro. Fiquei depressivo, nada na minha vida dava certo, parecia que o azar me acompanhava em tudo. Fui um Falso Profeta que nada mais fazia do que tentar enganar a mim mesmo com a minha presunção e o meu orgulho de ser aclamado como Profeta ou Santo pelas pessoas que me amavam naquele bairro. Depressivo, eu busquei a Morte, nada mais me dava motivo para viver; e semelhante a São Francisco de Assis, eu dizia: - Vinde me buscar minha irmã Morte, pois, sua vinda eu anseio e desejo. Esperava a cada dia a minha Morte, mas eu não procurava o suicídio, pois não queria morrer como um covarde. Passavam - se os meses e eu ainda continuava no Grupo de Jovens e dos outros Religiosos,   sempre sendo aplaudido pelas minhas falsas pregações. Então veio o Inverno, e eu via as chuvas fortes destruindo as casas pobres do meu bairro e em muitos lugares; Via as  depravações e Abominações dos homens contra os inocentes, e os inocentes se tornando também abomináveis. Então, em meio a uma grande tristeza, eu vi que os homens estavam presos a um Sistema e era justamente este Sistema que escravizava e transformava criancinhas inocentes em homens abomináveis e cruéis. Naquele dia de chuva, diante de todo sofrimento que eu via, eu desejei mais fortemente a minha Morte. Então, debaixo da chuva, revoltado com a vida, eu gritei olhando para o céu e falava: - Aonde está tu ó Deus, porquê não vê todo este sofrimento que eu vejo.? Será que por causa do Livre Arbítrio tu entregas a Humanidade a este Sistema perverso.? Sei do Sistema, mas também sei que só um Deus Criador pode destruir este Sistema, porquanto os homens nascem inocentes e quando crescem o Sistema os tornam Abomináveis e injustos. Aonde tu te escondes que não vê nada disso.? A partir de agora me ponho como teu inimigo e te desafio ó Deus da Bíblia.! Se tu existes mesmo, lança do céu fogo sobre mim e me consuma em brasas.
Naquele momento que eu falava, ouvi um forte estrondo do trovão e vi o Céu como em Chamas, e vi  relâmpagos rasgando os Céus para todo lado. O Céu ficou vermelho e amarelo como as chamas de um grande fogo, e eu cai na lama apavorado pela visão da fúria de Deus. Apavorado com a cena, eu disse: - Porquê fui desafiar á Deus?! Porquê me fiz inimigo de Deus?! Agora vejo e creio, mas já é tarde, a Morte já está a caminho e serei consumido pelo fogo e lançado no Inferno.!.

(Este Relato continuará em uma Próxima Postagem.)
Ass: Filho de Jacó
Canto para minha Morte
Raul Seixas
Eu sei que determinada rua que eu já passei
Não tornará a ouvir o som dos meus passos
Tem uma revista que eu guardo há muitos anos
E que nunca mais eu vou abrir.
Cada vez que eu me despeço de uma pessoa
Pode ser que essa pessoa esteja me vendo pela última vez
A morte, surda, caminha ao meu lado
E eu não sei em que esquina ela vai me beijar

Com que rosto ela virá?
Será que ela vai deixar eu acabar o que eu tenho que fazer?
Ou será que ela vai me pegar no meio do copo de uísque?
Na música que eu deixei para compor amanhã?
Será que ela vai esperar eu apagar o cigarro no cinzeiro?
Virá antes de eu encontrar a mulher, a mulher que me foi destinada,
E que está em algum lugar me esperando
Embora eu ainda não a conheça?

Vou te encontrar vestida de cetim
Pois em qualquer lugar esperas só por mim
E no teu beijo provar o gosto estranho
Que eu quero e não desejo, mas tenho que encontrar
Vem, mas demore a chegar
Eu te detesto e amo morte, morte, morte
Que talvez seja o segredo desta vida
Morte, morte, morte que talvez seja o segredo desta vida

Qual será a forma da minha morte?
Uma das tantas coisas que eu não escolhi na vida
Existem tantas
Um acidente de carro
O coração que se recusa abater no próximo minuto
A anestesia mal aplicada
A vida mal vivida, a ferida mal curada, a dor já envelhecida
O câncer já espalhado e ainda escondido, ou até, quem sabe
Um escorregão idiota, num dia de sol, a cabeça no meio-fio

Oh morte, tu que és tão forte
Que matas o gato, o rato e o homem
Vista-se com a tua mais bela roupa quando vieres me buscar
Que meu corpo seja cremado e que minhas cinzas alimentem a erva
E que a erva alimente outro homem como eu
Porque eu continuarei neste homem
Nos meus filhos, na palavra rude
Que eu disse para alguém que não gostava
E até no uísque que eu não terminei de beber aquela noite
Vou te encontrar vestida de cetim,
Pois em qualquer lugar esperas só por mim
E no teu beijo provar o gosto estranho que eu quero e não desejo
Mas tenho que encontrar
Vem, mas demore a chegar
Eu te detesto e amo morte, morte, morte
Que talvez seja o segredo desta vida
Morte, morte, morte que talvez seja o segredo desta vida                

sexta-feira, 22 de julho de 2016

A Destruição das Igrejas Evangélicas e o Fim dos Dias


Estava eu a meditar sobre Deus em uma noite calma do meu quarto, e de repente fui arrebatado em Espírito a uma Visão.  Vi uma luz vermelha, a qual me fez saber se tratar de Jesus Cristo, falando com um Homem Idoso. Então escutei a conversa entre a Luz vermelha e o Idoso que entendi se tratar de Deus Pai.  E a Luz vermelha falou ao Idoso: - Pai, eu irei e destruirei todas as Igrejas Cristãs na face da Terra. E o Idoso respondeu: -  vá, assim seja. E a Luz vermelha perguntou ao Idoso: - Pai, eu irei e destruirei também a Igreja Católica, posso assim fazer.? E o Idoso respondeu: - Não, não faça nada contra a Igreja Católica, pois, esta é a Igreja do meu coração.
Eu fiquei intrigado com aquela Visão e com aquela conversa, e perguntei á Luz vermelha que me fez entender se tratar de Jesus Cristo. - Senhor, porquê destruirás as Igrejas Cristas? E ele me respondeu: - A confusão é grande e em breve as pessoas não precisarão ser instruídas por Pastores humanos, pois, cada pessoa será a própria Igreja e eu serei o Único Pastor em cada um. E então, eu perguntei novamente: -  Mas, quanto a Igreja Católica, porquê Deus o Pai não permitiu a sua destruição.? E ele me respondeu: - Meu Pai tem seus motivos, e são motivos que não podem ser conhecidos, pois a seu tempo serão revelados. E a Luz vermelha me levou para ver todos os homens da Terra, e vi que todos estavam felizes e já não havia mais sofrimentos, porém, eu notei que a terra estava modificada e não se falava mais em Religião. Então a Luz  vermelha me falou: - Veja que cada pessoa tem o seu próprio Universo. E ainda a Luz me falou: - Existem muitos Universos querendo invadir o seu Universo, não permitas isso, fique sempre vigilante, e também não queira invadir os Universos aos quais você pode ver.  Então, eu olhei as pessoas e vi que cada uma tinha acima da cabeça um tipo de Corôa em forma de Universo. Pensei em perguntar o que significaria aqueles Universos nas cabeças das pessoas, mas não foi preciso, pois ele me fez entender dizendo: - Cada homem é um Universo, não falo do corpo do homem, mas sim de sua Alma.
E o Espírito me levou novamente a estar na presença do Idoso ao qual me foi revelado como Deus Pai, e o Idoso me falou: - Eu tinha duas Varas de Pastor, uma se chama "Graça" e a outra "União; em um tempo de fúria eu quebrei as duas Varas, e entreguei os homens a própria sorte. Porém, a "Vara Graça" eu já a restaurei, e ainda me falta restaurar a "Vara União".
E a Luz vermelha me fez entender que o Pai se referia ao Sacrifício de Jesus Cristo na Cruz como sendo a restauração da "Vara Graça". E o Espírito me fez entender que o Sacrifício de Cristo restaurou a "Vara Graça",  porém,  a "Vara União" seria restaurada, não por Sacrifício, e sim por uma terrível Destruição.
Eu havia entendido todo o Diálogo, mas, ainda eu tinha uma dúvida a respeito sobre o Filho e o Pai, então eu perguntei á Luz vermelha: - Senhor, eu sei que existe um só Deus, e assim aprendi e coloquei minha Fé; Como pode ser, pois eu sei que tu ó Senhor Jesus Cristo és o próprio Deus, mas como posso entender esta visão que me mostra o Filho falando com o Pai.?
E então, o Senhor me respondeu: - Você já leu nas Sagradas Escrituras quando eu falava ao discípulo Filipe, que Eu e o Pai somos um só. E quem me viu, já viu também o Pai, porém, eu te direi que quando Eu estou no Plano Material, meu Pai está nos Céus, e quando estou nos Céus, o meu Pai está no Plano Material; Porém, somos um só. Então entendi pelo Espírito que quando o Filho está na Terra entre nós, o Cristo Pai está nos céus e que assim acontece até o dia em que Cristo Filho entregará o Poder ao Pai e viverá como Irmão nosso aqui na Terra.
Termino aqui o Relato desta minha Visão, apesar de ter tido muitas Visões e Revelações durante muitos anos. Talvez, se Deus permitir, voltarei a escrever outras Visões e Revelações que obtive durante toda a minha vida, aqui neste Blog.
Ass: Filho de Jacó  

Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.
Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.
João 14:7-11
Raul Seixas - Meu amigo Pedro
Muitas vezes, Pedro, você fala
Sempre a se queixar da solidão
Quem te fez com ferro, fez com fogo, Pedro
É pena que você não sabe não
Vai pro seu trabalho todo dia
Sem saber se é bom ou se é ruim
Quando quer chorar vai ao banheiro
Pedro, as coisas não são bem assim
Toda vez que eu sinto o paraíso
Ou me queimo torto no inferno
Eu penso em você, meu pobre amigo
Que só usa sempre o mesmo terno
Pedro, onde 'cê vai eu também vou
Pedro, onde 'cê vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou
Tente me ensinar das tuas coisas
Que a vida é séria e a guerra é dura
Mas se não puder, cale essa boca, Pedro
E deixa eu viver minha loucura
Lembro, Pedro, aqueles velhos dias
Quando os dois pensavam sobre o mundo
Hoje eu te chamo de careta, Pedro
Que você me chama vagabundo
Pedro, onde 'cê vai eu também vou
Pedro, onde 'cê vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou
Todos os caminhos são iguais
O que leva à glória ou à perdição
Há tantos caminhos, tantas portas
Mas somente um tem coração
E eu não tenho nada a te dizer
Mas não me critique como eu sou
Cada um de nós é um universo, Pedro
Onde você vai eu também vou
Pedro, onde 'cê vai eu também vou
Pedro, onde 'cê vai eu também vou
Mas tudo acaba onde começou
É que tudo acaba onde começou
              

terça-feira, 19 de julho de 2016

Teomania, a Doença Psicológica deste Século entre os Cristãos

TEOMANIA

Significado de Teomania Por Dicionário inFormal (SP) em 14-08-2009. 
Mania, loucura em que o doente acredita que é Deus ou inspirado por Deus.
Desejo maléfico e invejoso de adquirir um poder divino; mais forte em indivíduos psicóticos e pessoas em posições de poder na sociedade. De acordo com Dr. Keppe, a Teomania, uma forma extrema de megalomania, é a causa primeira de toda doença (social, mental, orgânica). Psicóticos freqüentemente se vêem como divindades.
A Teomania é mais forte em indivíduos psicóticos e pessoas em posições de poder na sociedade.

5 - Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
Mateus 24:23,24
15 - "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas
por dentro são lobos devoradores.
Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres? ’
Então eu lhes direi claramente: ‘Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês, que praticam o mal! ’ "
Mateus 7:22,23
5 E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão


Propôs também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo para orar; um fariseu, e o outro publicano. O fariseu, de pé, assim orava consigo mesmo: Ó Deus, graças te dou que não sou como os demais homens, roubadores, injustos, adúlteros, nem ainda com este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou o dízimo de tudo quanto ganho. Mas o publicano, estando em pé de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, o pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo se humilhar será exaltado.
(Lucas 18:9-14)

24 - Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.
26 - Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã.
18 - Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.
26 - Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.. (Tiago2);


Paranoia
Raul Seixas
Quando esqueço a hora de dormir
E de repente chega o amanhecer
Sinto a culpa que eu não sei de que
Pergunto o que que eu fiz?
Meu coração não diz e eu...
Eu sinto medo!
Eu sinto medo!
Se eu vejo um papel qualquer no chão
Tremo, corro e apanho pra esconder
Com medo de ter sido uma anotação que eu fiz
Que não se possa ler
E eu gosto de escrever, mas...
Mas eu sinto medo!
Eu sinto medo!
Tinha tanto medo de sair da cama à noite pro banheiro
Medo de saber que não estava ali sozinho porque sempre...
Sempre... sempre...
Eu estava com Deus!
Eu estava com Deus!
Eu estava com Deus!
Eu tava sempre com Deus!
Minha mãe me disse há tempo atrás
Onde você for Deus vai atrás
Deus vê sempre tudo que cê faz
Mas eu não via Deus
Achava assombração, mas...
Mas eu tinha medo!
Eu tinha medo!
Vacilava sempre a ficar nu lá no chuveiro, com vergonha
Com vergonha de saber que tinha alguém ali comigo
Vendo fazer tudo que se faz dentro dum banheiro
Vendo fazer tudo que se faz dentro dum banheiro
Para...nóia
Dedico esta canção:
Paranóia!
Com amor e com medo (com amor e com medo)
Com amor e com medo (com amor e com medo)
Com amor e com medo (com amor e com medo)
Com amor e com medo (com amor e com medo)
Com amor e com medo

sexta-feira, 15 de julho de 2016

A Bíblia e o Bhagavad Gita

Porque Nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam  potestades. Tudo foi criado por Ele e para Ele.
E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.
(Colossenses 1:16-17)
Mas, na verdade, habitará Deus com os homens na terra? Eis que os céus, e o céu dos céus, não te podem conter, quanto menos esta casa que tenho edificado? (2 Crônicas 6; 18)
(Isaías: 45, 21 - 22) Anunciai, e chegai-vos, e tomai conselho todos juntos; quem fez ouvir isto desde a antiguidade? Quem desde então o anunciou? Porventura não sou eu, o SENHOR? Pois não há outro Deus senão eu; Deus justo e Salvador não há além de mim.
...e entendais que eu sou o mesmo; antes de mim Deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá. Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador. ( Isaías: 43: 10 - 12 ) 
Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus...Acaso há outro Deus além de mim?...( Isaías: 44, v6 - 8 ). 
Por amor de mim, por amor de mim o faço; porque como seria profanado o meu nome? A minha glória não a darei a outrem. ( Isaías: 48, v11). 

      Significado da Música GITA - Raul Seixas


Diálogo entre Krishna e seu discípulo Arjuna
Pérola 56. AS MANIFESTAÇÕES ESPLENDOROSAS DE DEUS (versos 19 a 42)
19. A Suprema Personalidade de Deus disse: Sim, Eu te falarei sobre Minhas manifestações esplendorosas, mas só sobre aquelas que são preeminentes, ó Arjuna, pois Minha opulência é ilimitada. 20. Eu sou a Superalma, ó Arjuna, situado nos corações de todas as entidades vivas. Eu sou o princípio, o meio e o fim de todos os seres. 21. Entre os Adityas, sou Vishnu; entre as luzes, sou o Sol radiante; entre os Maruts, sou Marici; e entre as estrelas, sou a Lua. 22. Dos Vedas, sou o Sama Veda; dos semideuses, sou Indra, o rei dos céus; dos sentidos, sou a mente; e nos seres vivos, sou a força viva (consciência). 23. De todos os Rudras, sou o Senhor Shiva; dos Yakshas e Rakshasas, sou o senhor da riqueza (Kuvera); dos Vasus, sou o fogo (Agni); e das montanhas, sou Meru. 24. Dos sacerdotes, ó Arjuna, fica sabendo que sou o principal, Brihaspati. Dos generais, sou Kartikeya, e dos corpos de água, sou o oceano. 25. Dos grandes sábios, sou Bhrigu; das vibrações, sou o om transcendental. Dos sacrifícios, sou o cantar dos santos nomes (japa), e dos objetos inertes, sou os Himalaias. 26. De todas as árvores, sou a figueira-da-bengala; e dos sábios entre os semideuses, sou Narada. Dos Gandharvas, sou Citraratha, e entre os seres perfeitos, sou o sábio Kapila. 27. Dos cavalos, fica sabendo que sou Ucchaishrava, produzido durante a batedura do oceano quando se queria obter néctar. Dos elefantes imponentes, sou Airavata; e entre os homens, sou o monarca. 28. Das armas sou o raio; entre as vacas sou a surabhi. Das causas que fomentam a procriação, sou Kandarpa, o deus do amor, e das serpentes, sou Vasuki. 29. Das Nagas de muitos capelos, sou Ananta, e entre os seres aquáticos, sou o semideus Varuna. Dos ancestrais que partiram sou Aryama, e entre aqueles que impõem a lei, sou Yama, o senhor da morte. 30. Entre os demônios Daityas, sou o devotado Prahlada; entre os subjugadores, sou o tempo; entre os animais selvagens, sou o leão; e entre as aves, sou Garuda. 31. Dos purificadores, sou o vento; dos manejadores de armas, sou Rama; dos peixes, sou o tubarão; e dos rios que correm, sou o Ganges. 32. De todas as criações, sou o começo, o fim e também o meio, ó Arjuna. De todas as ciências, sou a ciência espiritual do eu, e entre os lógicos, sou a verdade conclusiva. 33. Das letras, sou a letra A, e entre as palavras compostas, sou o composto dual. Sou também o tempo inexaurível, e dos criadores, sou Brahma. 34. Eu sou a morte que tudo devora e sou o princípio encarregado de gerar tudo o que vai existir. Entre as mulheres, sou a fama, a fortuna, a linguagem afável, a memória, a inteligência, a firmeza e a paciência. 35. Dos hinos do Sama Veda, sou o Brihat-sama, e da poesia, sou o Gayatri. Dos meses, sou margasirsha (novembro-dezembro), e das estações, sou a primavera florida. 36. Sou também a jogatina em que se fazem trapaças, e do esplêndido, sou o esplendor. Eu sou a vitória, a aventura e a força dos fortes. 37. Dos descendentes de Vrishni, sou Vasudeva, e dos Pandavas, sou Arjuna. Dos sábios, sou Vyasa, e entre os grandes pensadores, sou Usana. 38. Dentre todos os meios que reprimem a ilegalidade, sou o castigo, e daqueles processos que visam à vitória, sou a moralidade. Das coisas secretas, sou o silêncio, e dos sábios, sou a sabedoria. 39. Ademais, ó Arjuna, sou a semente geradora de todas as existências. Não existe ser algum – móvel ou inerte – que possa existir sem Mim. 40. Ó poderoso vencedor dos inimigos, Minhas manifestações divinas nunca chegam ao fim. O que te disse é apenas um mero indício de Minhas opulências infinitas. 41. Fica sabendo que todas as criações opulentas, belas e gloriosas emanam de uma mera centelha do Meu esplendor. 42. Mas qual a necessidade, Arjuna, de todo esse conhecimento minucioso? Com um simples fragmento de Mim mesmo, Eu penetro e sustento todo este Universo.

O corpo material da entidade viva só pode existir devido à presença da alma, uma centelha espiritual do Senhor. Do mesmo modo, a manifestação cósmica existe unicamente porque a Alma Suprema está presente através de Sua expansão Paramatma. Por isso, aqui o Senhor Krishna começa a informar a Arjuna que Ele é a alma da manifestação cósmica inteira. Tudo o que existe tem sua causa e esta causa é Krishna, a causa original de tudo. Sem a energia dEle nada pode existir e tudo o que existe, seja material ou espiritual, não passa de uma pequena partícula da opulência do Senhor. Além disso, qualquer coisa que manifeste extraordinária opulência deve ser considerada como um fragmento da opulência de Krishna. Portanto, Arjuna queria ouvir diretamente do Senhor como Ele está simultaneamente presente e não-presente nesta criação. Por esse motivo, o Senhor concorda em descrever uma minúscula parcela de Suas opulências. Os devotos puros do Senhor, como Arjuna, querem conhecê-lO ao máximo, mas, ao mesmo tempo, eles sabem que não serão capazes de conhecê-lO por completo em nenhuma fase da vida. Exatamente como uma pássaro que voa no céu tanto quanto permite sua capacidade, os devotos compreendem as grandezas e opulências de Krishna de acordo com suas respectivas capacidades. Portanto, eles sentem grande prazer ao comentarem sobre as opulências do Senhor e desejam ouvi-las e discuti-las vinte e quatro horas por dia.
Gita
- Eu que já andei pelos quatro cantos do mundo procurando, foi justamente num sonho que Ele me falou:
Às vezes você me pergunta
Por que é que eu sou tão calado,
Não falo de amor quase nada,
Nem fico sorrindo ao teu lado.
Você pensa em mim toda hora.
Me come, me cospe, me deixa.
Talvez você não entenda,
Mas hoje eu vou lhe mostrar.
Eu sou a luz das estrelas;
Eu sou a cor do luar;
Eu sou as coisas da vida;
Eu sou o medo de amar.
Eu sou o medo do fraco;
A força da imaginação;
O blefe do jogador;
Eu sou!... Eu fui!... Eu vou!...
Gita! Gita! Gita!
Gita! Gita!
Eu sou o seu sacrifício;
A placa de contra-mão;
O sangue no olhar do vampiro
E as juras de maldição.
Eu sou a vela que acende;
Eu sou a luz que se apaga;
Eu sou a beira do abismo;
Eu sou o tudo e o nada.
Por que você me pergunta?
Perguntas não vão lhe mostrar
Que eu sou feito da terra,
Do fogo, da água e do ar!
Você me tem todo dia,
Mas não sabe se é bom ou ruim.
Mas saiba que eu estou em você,
Mas você não está em mim.
Das telhas eu sou o telhado;
A pesca do pescador;
A letra "A" tem meu nome;
Dos sonhos eu sou o amor.
Eu sou a dona de casa
Nos pegue pagues do mundo;
Eu sou a mão do carrasco;
Sou raso, largo, profundo.
Gita! Gita! Gita!
Gita! Gita!
Eu sou a mosca da sopa
E o dente do tubarão;
Eu sou os olhos do cego
E a cegueira da visão.
Eu!
Mas eu sou o amargo da língua,
A mãe, o pai e o avô;
O filho que ainda não veio;
O início, o fim e o meio.
O início, o fim e o meio.
Eu sou o início,
O fim e o meio.
Eu sou o início
O fim e o meio.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Deus não é Espírito, mas sim, uma Trindade: Corpo, Alma e Espírito

Significado de Onipresença:

Capacidade de estar em todo lugar ao mesmo tempo e por todo o tempo. Como essa capacidade se restringe a DEUS, é preciso compreender que por seus diversos atributos divinos, Deus pode manifestar-se de diferentes formas em diferentes lugares, sem, no entanto, nunca se ausentar de nenhum deles.

"O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; porque Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por Ele e para Ele. Ele é antes de todas as coisas, e NELE subsistem todas as coisas"(Cl 1-16)

"Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da Alma e do Espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração."(Hebreus 4; 12)


E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso Espírito, e Alma, e Corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

(1 Tessalonicenses 5:23)
Todo ser vivo possui alma, mas o ser humano ganhou uma "nova alma", uma alma eterna, quando Deus soprou o espírito nas narinas do primeiro homem (Gn2 2:7)


Perscrutar
Significado de Perscrutar:
Investigar, sondar, explorar, examinar minuciosamente.
Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito ( perscruta) todas as coisas, mesmos as profundezas de Deus (1 Corintios 2, 10)
Mas, na verdade, habitará Deus com os homens na terra? Eis que os céus, e o céu dos céus, não te podem conter, quanto menos esta casa que tenho edificado? (2 Crônicas 6; 18)
Porque Deus no-las revelou pelo seu Espírito; pois o Espírito esquadrinha todas as coisas, mesmo as profundezas de Deus.
Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus.
(1 Corintios 2; 10, 11)


Há um grande equívoco na interpretação sobre Deus, pois Deus está além do nosso conhecimento e Compreensão. Deus também tem um Espírito,  ora, se Deus tem um Espírito como mostra as Sagradas Escrituras e confirmadas por Jesus Cristo e seus Apóstolos; então isso significa que Deus não é Espírito e sim que ele tem um Espírito. Se Deus tem um Espírito que Perscruta (Explora) as suas profundezas, assim sendo, Deus não é espírito, e sim o Corpo deste Espírito. 

A palavra Espírito é usada como Substantivo concreto ou Abstrato.
Por isso, nas Escrituras Sagradas se vê claramente quando esta palavra é dita no Sentido Concreto ou no Sentido Abstrato. Mas, muitos não se lembrando ou conhecendo o verdadeiro sentido desta palavra, acaba tendo outros tipos de Interpretações da Bíblia que não corresponde a realidade de Deus.

Definição de Espírito
Classe gramatical: substantivo masculino
Plural: espíritos
Feminino: espírita


Sinônimos de Espírito
Espírito é sinônimo de: razão, ânimo, raciocínio, inteligência, duende, humor, mente,memória, imaginação, essência, acepção, sentido, alma, finura, graça....Etc.
A declaração do apóstolo Paulo nas Escrituras de que `o espírito, alma e corpo´ devem ser `conservados íntegros´, expressa claramente que alma e espírito são coisas distintas. 1 Tessalonicenses 5:23.A palavra espírito costuma ser usada em dois contextos, um metafísico e outro metafórico.E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.(1 Tessalonicenses 5:23)
Aqui se vê a Trindade do Homem (Corpo, Alma e Espírito) e como o Homem foi criado a Imagem e Semelhança de Deus, então fica claro que Deus também é uma Trindade, sendo: Corpo, Alma e Espírito.
Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem, como nossa semelhança, e que eles dominem sobre os peixes do mar, as aves do céu, os animais domésticos, todas as feras e todos os répteis que rastejam sobre a terra” (Gênesis 1,26).

Muitas passagens na Bíblia falam em Espírito no Sentido Abstrato, porém, em sentido Concreto a Palavra Espírito é a Vida que anima um Corpo. Quando na Bíblia se fala: "Deus é Espírito", é apenas um modo de falar que se trata de um Ser ao qual não se pode ver e nem tocar; Neste caso, o Espírito é Abstrato e não Concreto. 

6 E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do Senhor a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos. . - 9 Além disso, tínhamos pais humanos que nos disciplinavam, e nós os respeitávamos. Quanto mais devemos submeter-nos ao Pai dos espíritos, para assim vivermos!.(Isaías 63:10)

Mas eles se rebelaram e magoaram o seu Espírito Santo. Foi então que ele teve que agir como inimigo deles e lutou pessoalmente contra eles.. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.. 3 – “o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus.” (1 Corintios 2; 10,)
4 – “as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus” – verso 11. . - 11 Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.. (1 Corintios 2;11) 
 Resumo: Se Deus tem um Espírito, ele está além de ser apenas espírito, como S. Paulo ensina; - Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.(1 Corintios 2, 11)



Obrigado, Senhor

Obrigado, Senhor
Porque És meu amigo
Porque sempre comigo
Tu Estás a Falar
No perfume das flores
Harmonia das cores
E no mar que murmura
Teu Nome a Rezar
[Refrão] /Escondido tu estás
No verde das florestas
Nas aves em festa
No sol a brilhar
Na sombra que abriga
A brisa amiga
Na fonte que corre
Ligeira a cantar/
Te agradeço ainda
Porque na alegria
Ou na dor de cada dia
Posso te encontrar
Quando a dor me consome
Murmuro O Teu Nome
E mesmo sofrendo
Eu posso cantar
[Refrão] - 2x
Ê iêi, ah aaah
Obrigado, Meu Senhor
Obrigado, Meu Senhor
Obrigado, Meu Senhor